Imprimir Resumo


XI ENPEC :: XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências
Resumo: 2253-1

Poster (Painel)


2253-1

Avaliação semântica da abordagem do conceito de adaptação evolutiva em livros didáticos de Biologia do ensino médio

Autores:
Lima T.M.1, El-Hani C.N.1, Sepulveda, C.A.S.2
1 UFBA - Universidade Federal da Bahia, 2 UEFS - Universidade Estadual de Feira de Santana

Resumo:
Este trabalho avaliou como o conceito de adaptação é abordado nos livros didáticos de Biologia do ensino médio, à luz de diferentes concepções epistemológicas. A importância deste conceito na discussão da forma orgânica ganhou destaque a partir da síntese moderna, cuja formulação deixa uma lacuna semântica na distinção de adaptação como característica ou como processo evolutivo por seleção natural. Baseadas nas concepções ontológicos e epistemológicos estabelecidas por Sepulveda et. al (2013), realizamos análise de conteúdo em unidades de registro nos quais a palavra “adaptação” e/ou seus derivativos estavam presentes. Entre as 274 unidades de registro identificadas, detectamos uma diversidade semântica, segundo a qual, as adaptações referiam-se, sobretudo, ao organismo, a espécie e a órgãos, enfatizando-se benefícios adaptativos através do desempenho de alguma função. Sugerimos uma estratégia de ensino que permita a compreensão do fenômeno adaptativo que evite a vinculação intuitiva com processos fisiológicos, fenótipos ou estruturas que cumprem funções.

Palavras-chave:
 livros didáticos, seleção natural, semântica, ensino médio