Imprimir Resumo


XI ENPEC :: XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências
Resumo: 1511-1

Poster (Painel)


1511-1

Análise do discurso da oficina de Educação Ambiental como ferramenta de inclusão social da CORSAN

Autores:
Rildo Goulart Peres1, Rochele de Quadros Loguercio2
1 UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2 UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo:
Há na Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN) uma parceria com a Prefeitura Municipal de Canoas (PMC) desenvolvendo uma sistemática de Educação Ambiental, em 2016: fez-se uma série de oficinas que pretenderam ser uma ferramenta de inclusão social para os sujeitos participantes do Programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal. O presente trabalho teve como objetivo analisar o discurso didático-pedagógico numa perspectiva das estratégias de posicionamento dos sujeitos interpelados nestas oficinas, cujo caráter expositivo-dialogadas e prático-expositivas permitem uma análise das relações de assujeitamento numa perspectiva do filósofo francês Michael Foucault. As observações do discurso evidenciaram uma perspectiva que se apoia na pedagogia criada nos anos 80 de CTS. Uma das evidências bastante preocupante nesse estudo é a culpabilização dos sujeitos em detrimento dos impactos ambientais provocados pelas grandes indústrias e agroindústria, inclusive a própria CORSAN.

Palavras-chave:
 sujeito, educação ambiental, multiplicador ambiental, discurso