Imprimir Resumo


XI ENPEC :: XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências
Resumo: 1336-1

Poster (Painel)


1336-1

A leitura na pesquisa em Educação em Ciências: análise de aspectos intertextuais em trabalhos apresentados no ENPEC

Autores:
Inez Andrade1,2, Isabel Martins1
1 UFRJ. NUTES - Universidade Federal do Rio de Janeiro. , 2 IFF - Instituto Federal Fluminense

Resumo:
Neste trabalho buscamos descrever os discursos sobre leitura no campo da Educação em Ciências nos trabalhos do ENPEC. Utilizamos o referencial teórico-metodológico a Análise Crítica do Discurso (FAIRCLOUGH, 2001; 2003) que considera o discurso como efeito de sentidos entre locutores, um processo social cuja materialidade é linguística. Observamos em nove trabalhos do ENPEC sobre leitura o uso da intertextualidade e de elementos linguísticos (negação, metadiscurso e da pressuposição). O uso de citações diretas e indiretas são recursos utilizados pelos autores para caracterizar a presença do ‘outro’’ em seu texto. A leitura é enunciada como parte do ensino de ciências, enquanto que a aprendizagem da ciência e a formação do sujeito-leitor como alguns dos objetivos desse ensino. O sentido de leitura é abordado como meio para instrumentalizar o estudante para decodificação da língua e também como processo que possibilita a interpretação e formação do cidadão articulador com o meio social.

Palavras-chave:
 Educação em Ciências, ENPEC, intertextualidade, leitura