Imprimir Resumo


XI ENPEC :: XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências
Resumo: 1153-1

Poster (Painel)


1153-1

A Biologia Educacional: e a higiene escolar como possível estratégia biopolítica na educação brasileira na década de 1940

Autores:
André Morando1, Nadia Geisa Silveira de Souza1
1 UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2 UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo:
Nesse artigo analisamos o livro intitulado Biologia Educacional: noções fundamentais. Essa obra foi utilizada como livro didático nas Escolas Normais, do Brasil, a partir do final da década de 30 do século passado. A partir da perspectiva foucaultiana, operamos com o conceito de discurso como ferramenta de análise objetivando conhecer a rede de enunciados, da higiene, da medicina social e da educação escolar primária, colocada em funcionamento na Escola Normal através da disciplina Biologia educacional. Os enunciados veiculados no livro funcionam como estratégias de governamento de condutas e corpos vinculadas ao saneamento dos problemas econômicos do país, tendo a futura professora primária e os alunos da zona rural como alvos e ferramentas da transformação econômica e social.

Palavras-chave:
 Biologia educacional, Higiene, Biopoder, Biopedagogia