Imprimir Resumo


XI ENPEC :: XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências
Resumo: 1081-1

Poster (Painel)


1081-1

A língua imaginária e a língua fluida da Biologia na Prática de Docência

Autores:
PALCHA, L.1
1 UFPR - Universidade Federal do Paraná - Setor Palotina

Resumo:
A partir do referencial teórico e metodológico da Análise de Discurso Francesa, nesse estudo, problematizam-se os conceitos de língua imaginária e língua fluída na mediação didática de conteúdos científicos na escola. Para isso, foi realizada uma pesquisa com estagiários de um curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, de uma universidade pública, na qual foram utilizados registros em diário, projeto de pesquisa envolvendo um gênero textual e sua respectiva mediação durante a fase de docência do estágio. Analisam-se recortes da aula de uma estagiária que realizou a leitura de quadrinhos sobre os conteúdos de “Fisiologia Animal” para os alunos de uma turma, do segundo ano, do Ensino Médio. Os resultados indicam que o trabalho com diferentes linguagens contribui para a problematização da ciência pelos alunos, assim como o conhecimento do docente sobre os sentidos mobilizados pela língua é condição ao funcionamento dos conteúdos biológicos na escola.

Palavras-chave:
 formação de professores, linguagem, mediação didática