Imprimir Resumo


XI ENPEC :: XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências
Resumo: 906-1

Poster (Painel)


906-1

Análise de objetos de estudo escolares em uma Feira de Ciências: (possíveis) transgressões metodológicas e epistemológicas

Autores:
Sônia Elisa Marchi Gonzatti1, Adriana Belmonte Bergmann1, Adriana Magedanz1, Andréia Spessatto De Maman1, Jane Herber1, Paloma Stacke1
1 UNIVATES - Centro Universitário Univates

Resumo:
Feiras de Ciências podem ser caracterizadas como atividades de educação não formal que contribuem para a formação científica dos estudantes e para o avanço da cultura científica do público em geral. Segundo o quadro teórico deste estudo, o desenvolvimento de trabalhos investigativos no âmbito da escola tem implicações metodológicas e epistemológicas. Por favorecerem a abordagem interdisciplinar, poderiam provocar rupturas e transgressões nas práticas de ensino rotinizadas e nos princípios a elas subjacentes. O objetivo deste estudo é compartilhar a análise realizada das temáticas de oitenta (80) trabalhos apresentados em uma edição da Feira de Ciências promovida por uma Instituição Comunitária de Ensino Superior do RS, avaliando em que medida há avanços na direção da interdisciplinaridade. Em termos gerais, percebe-se que os objetos de estudo apresentados abordam temas amplos, que entrecruzam conceitos de diferentes campos do saber, ao mesmo tempo em que representam problemáticas relevantes aos contextos envolvidos nas investigações.

Palavras-chave:
 feira de Ciências, objetos de estudo, interdisciplinaridade, cultura científica